Imagem capa - Pessoas do bem por Rafael Reis
Situações do dia a dia

Pessoas do bem


Entrar no uber e depois da metade do caminho descobrir que se esqueceu a carteira....! Decidir se vale ou não à pena voltar em casa, mas e se realmente você a esqueceu em casa ou a esqueceu em outro lugar? Eis a dúvida: volta ou não? Ah, deixa pra lá, vamos nessa! Aviso ao meu amigo que estou sem a carteira e que hoje serei bancado. #amigoepraessascoisas Peguei R$ 50,00 financiado e depois pagarei.

Tem uma festinha de rua bem bacana no Setor Comercial Sul, Brasília. Toca um sambinha de rua 0800. Gente bonita e alternativa. Depois que a música termina a galera vai andando para um local próximo e a música continua, porém nesse local (que não me lembro o nome) a entrada é paga: R$ 5,00. Noite animada e gastando muito pouco. Aliás, o maior gasto foi com o Uber.

Hora de ir embora, pegar o uber e passar na molho de tomate para comer alguma coisa. Chamo o uber, chego ao local e lembro que estou sem a carteira. Uber foi embora, já era. Bom, vou perguntar para a moça do caixa se eu posso pagar por transferência on-line e ela me responde que não. Nisso, uma alma caridosa escuta o meu questionamento e claro, sabe que quem chega por ali está varado de fome. Essa pessoa se ofereceu para que eu transferisse o dinheiro pelo internet banking (celular) e assim eu poderia matar a minha fome. Maravilha! Pego meu celular, tento conexão com o internet banking BB e nada! Indisponível. A mocinha do caixa sugere que eu vá próximo ao Giraffas, pois lá tem wi-fi de graça. Fiz isso e consegui transferir a grana! ;) Comi e me acabei na pizza! 

 

Cabra gente boa! Agradeci imensamente a essa pessoa e fui embora, gordinho e feliz.